A Esperança Renasce no Azul Caatinga!

Foto: Cromwell Purchase


Após 30 anos sem registro da reprodução da Ararinha Azul Cyanopsitta Spixii na Caatinga, foi divulgado hoje o feito.
Fruto de uma força tarefa liderada pela ACTP, ICMBio e parceiros que repatriou em março do ano passado 52 ararinhas.

Se você chegou aqui agora e ainda não está por dentro desta história, vou fazer uma “florespectiva” pra você!

A ararinha azul é uma especie que só podia ser encontrada na Caatinga, mais especificamente em Curaçá, norte da Bahia.
Infelizmente, por conta do desmatamento na Caatinga e principalmente do tráfico de animais silvestres, ela foi declarada extinta na natureza há 20 anos.

Algumas poucas ararinhas que restavam no mundo pertenciam a um shake árabe e foram então fazer parte de um Plano de recuperação liderado pela ONG alemã ACTP Parrots que, junto ao governo brasileiro, conseguiu superar os obstáculos técnicos e reproduzir lá na Alemanha e assim aumentar o plantel. Numa operação logística extremamente delicada foram trazidas para o Brasil ano passado 52 ararinhas e há um ano estão se adaptando, finalmente, no seu habitat natural, em ambiente controlado dentro do Refúgio das Ararinhas.

A ACTP publicou hoje em suas redes sociais mais uma etapa importante para a preservação da espécie. Foi publicada a foto do primeiro filhote de ararinha azul nascido em solo catingueiro depois de 30 anos!
O processo é complexo: as Ararinhas entraram no período de acasalamento e foram colocadas em caixas ninho. São casais jovens, são mais resistentes a adaptação porém inexperientes com os filhotinhos.

O primeiro filhote nasceu no dia 11 de abril mas, devido à inexperiência do casal jovem, morreu no dia seguinte.
No dia 13 de abril chega o segundo filhote e também não foi alimentado pelos pais. Mas foi observado o abandono dos pais e prontamente a equipe técnica o removeu do ninho para dar todos os cuidados para a perpetuação da espécie.

Um trabalho de muita dedicação e que graças a união de vários parceiros vem dando resultados! Minha paixão começou em 2015 e de lá pra cá venho buscando dar minha contribuição através da educação ambiental, especialmente infantil, através da personagem de livro, música e agora de filme, a Tita.

Convido a todos que compartilhem com os amigos para que todos saibam que a esperança renasce junto com a ararinha azul. Principalmente nesse momento tão delicado, que faz com que todos tenham um empenho muito maior para superar os obstáculos da pandemia.


Parabéns a todos os voluntários de Curaçá-BA, aos técnicos, pesquisadores e parceiros do projeto:
ICMBio
Fundação Pairi Daiza
Deli Nature
Spix Macaw (AWWP)
KauriCab
Zoologische Gesellschaft für Arten- und
Populationsschutz e.V. – ZGAP
Parrots International
Museum für Naturkunde Berlin
Wisbroek
Grumbach Brutgeräte Procon
EUGY by dodoland






Foto: ACTP
Março de 2020 recepção das ararinhas azuis no Brasil

Publicado por Victor Flores

"Amar e mudar as coisas me interessa mais.” (Belchior)

3 comentários em “A Esperança Renasce no Azul Caatinga!

  1. Parabéns, meu querido amigo!! Você é uma inspiração para todos nós, que amamos a natureza e sabemos o quanto é importante para nossa sobrevivência.

    Curtir

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: