Os desafios da Arborização Urbana

 

WhatsApp Image 2017-08-06 at 18.42.55
Foto: correio.rac.com.br

Hoje fala-se muito em áreas verdes e arborização urbana, que devemos intensificar o plantio para usufruir dos benefícios de convivência com a natureza. Mas, porque temos tantos problemas com árvores em zona urbana? Porque é tão difícil ter uma cidade mais arborizada?

Com a migração do meio rural para urbano, as cidades foram crescendo rapidamente e de forma desordenada. Com a luz elétrica e serviços de água, esgoto e telecomunicações, surgiram um emaranhado sistemas de cabos e tubos que ocupam o subsolo e o ar. Com tantos desafios físicos para o desenvolvimento das árvores, existem também algumas questões técnicas fundamentais para o sucesso da arborização urbana. Com as movimentações de terra, aterros e compactação o solo fica em condições difíceis e com baixa fertilidade.

Sabendo dos benefícios e algumas vezes por questões legais, foi intensificado o plantio de árvores e com ele muitos problemas vão sendo relacionados. Casas com paredes rachadas, calçadas danificadas, sistemas hidrossanitários obstruídos, acidentes, mutilação (poda inadequada) e até supressão de árvores, podem ser relacionados ao plantio irresponsável. Porém, muitos problemas como estes já citados podem ser evitados. Mesmo sabendo que deve se observar a complexidade de cada situação, é possível citar alguns cuidados de forma generalizada. Começando com a escolha da espécie: toda árvore tem sua especificidade, é característica com potencial paisagístico ou de composição do sistema ecológico. Devemos pensar não só no plantio mas como ela vai se comportar no espaço adulta. Alguns detalhes devem ser observados, como por exemplo:

  • Altura da espécie escolhida: desta maneira saberemos se a fiação elétrica será comprometida por este indivíduo no futuro, evitando acidentes ou podendo antecipar através de uma poda de condução.
  • O sistema radicular: existem raízes pivotantes que desenvolvem naturalmente para baixo, mas também algumas superficiais de desenvolvimento exagerado, como os ficus (gameleiras) e as paineiras.
  • Se a espécie é nativa ou uma exótica bem adaptada (considerando os impactos na fauna e flora, como a Algaroba que traz inúmeros problemas ambientais).

Após a escolha da espécie chega a hora de plantar, e isso não se resume a cavar um buraco e molhar depois. Deve se considerar alguns detalhes técnicos como profundidade da cova, o que dará mais área descompactada para as raízes; a fertilização; a correção do solo para um desenvolvimento saudável da planta; o espaçamento do canteiro, deixando uma área para irrigar e fazer correções considerando a espessura do caule quando adulta; e a manutenção, certificando se existe ponto de água próximo. Todos estes e outros detalhes devem ser orientados por um técnico responsável.

Considerando todos estes desafios, uma cidade deve se planejar e ter políticas que incentive e proteja as áreas verdes urbanas. Com planejamento e engajamento da comunidade em cuidar e ampliar é possível, sim, ter uma cidade mais verde e melhor de se viver!

Sobre esse tema, concedi uma entrevista para o GRTV Petrolina-PE em Junho de 2017, confira

 

As orientações também dadas no vídeo servem para qualquer cidade, levando sempre em consideração as espécies nativas que variam a cada região. Um exemplo muito bacana vem lá de Goiânia. A cidade conta com o Plano Diretor de Arborização Urbana, que dá todas as diretrizes para o desenvolvimento da arborização. Segundo o censo 2010 do IBGE, Goiânia é a cidade mais arborizada do Brasil e segunda do mundo, com 89,5% de arborização. Lá existem programas voluntários de sucesso como “Plante Vida”, que já plantou mais de 1 milhão de mudas nativas da região.

Rumbora seguir os bons exemplos! Pensar no futuro é agir agora!

Rumbora!

4 comentários em “Os desafios da Arborização Urbana

Adicione o seu

  1. Parabéns Victor, excelente discussão sobre a arborização urbana como forma de trazer para nossa cidade o verde, mas com certeza precisamos com urgência de um plano diretor nesta área, Petrolina cresceu bastante em vários segmentos, entretanto na aspecto de proteção ambiental, arborização correta, ainda precisa progredir.
    Siga adiante neste desafio, Petrolina e o meio ambiente merecem.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigado Jane, um trabalho feito a muitas mãos. Com apoio acadêmico ficará técnico e com maior chance de sucesso! Parceria do poder público, universidades e da comunidade podemos sim evoluir neste sentido!
      Muito obrigado pelo seu apoio!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: